Monte do Gozo foi, durante séculos, um referente da cultura jacobea pela sua história, simbolismo e vinculação com a cidade de Santiago de Compostela.

Cenário dos atos centrais do Encontro Mundial da Juventude de 1989, no que contou com a presença do papa João Paulo II e ponto indiscutível de referência para os peregrinos durante o histórico “Xacobeo” de 1993, com o discurso dos anos este emblemático cenário do Caminho foi perdendo o seu valor e importância na memória coletiva.

Hoje, depois de muitas tarefas de renovação, Monte do Gozo volta a oferecer a peregrinos e visitantes a sua melhor cara, afim de se converter numa paragem obrigatória, não só na última etapa do Caminho Francês, senão também em qualquer visita à capital galega.

Benvido Monte do Gozo aspira a oferecer não só uma grande variedade de alojamentos de qualidade para peregrinos e turistas, mas como também um importante espaço de lazer formado por vastas e cuidadas zonas verdes, uma cervejaria moderna e várias lojas e serviços.

À oferta de Benvido Albergues junta-se a reativação da programação do amplo auditório ao ar livre com o que contará voltar a ser o espaço de importantes concertos de artistas internacionais.

Como se isto não fosse suficiente, a oferta completa-se com as recentes remodelações das piscinas de acesso gratuito que, nos meses de verão, irão refrescar os dias dos visitantes e hóspedes de Benvido Monte do Gozo.